Friday, February 15, 2008

"opulências"









"É preciso testar a sí mesmo, dar-se provas de ser destinado à independência e ao mando;e é preciso fazê-lo no tempo justo.Não se deve fugir às provas, embora sejam porventura o jogo mais perigoso que se pode jogar,e, em última instância,provas de que nós mesmos somos as testemunhas e os únicos juízes.Não se prender a uma pessoa:seja ela a mais querida ,toda pessoa é uma prisão,e também um canto . Não se prender a uma pátria:seja ela a mais sofredora e necessitada;menos difícil é desatar de uma pátria vitoriosa o coração. Não se prender a uma compaixão: ainda que se dirija a homens superiores, cujo martírio e desamparo o acaso nos permitiu vislumbrar.Não se prender a uma ciência:ainda que nos tente com os mais preciosos achados, guardados especialmente para nós.Não se prender a seu próprio desligamento, ao volptuosos abandono e afastamento do pássaro que ganha sempre mais altura , para ver mais e mais coisas abaixo de si;o perigo daquele que voa.
Não nos prendermos às próprias virtudes e nos tornarmos, enquanto todo, vítimas de uma nossa particularidade, por exemplo, de nossa "hospitalidade":o perigo por excelência para as almas ricas e superiores, que tratam a si mesmas prodigamente, quase com indiferença,exercitando a liberalidade ao ponto de torná-la um vício. É preciso saber preservat-se:a mais dura prova de independência. (Nietzsche -Além do Bem e do Mal)



Wednesday, February 13, 2008

dos desertos, das Rosas &...





"Na vida, não existem soluções. Existem forças em marcha: é preciso criá-las e, então, a elas seguem-se as soluções."

"Não há uma fatalidade exterior. Mas existe uma fatalidade interior: há sempre um minuto em que nos descobrimos vulneráveis; então, os erros atraem-nos como uma vertigem."

"Para que haja uma árvore florida, é preciso haver antes uma árvore; e, para haver um homem feliz, é preciso haver em primeiro lugar um homem."

"O mundo inteiro se abre quando vê passar a um homem que sabe aonde vai. "


"A verdade não é, de modo algum, aquilo que se demonstra, mas aquilo que se simplifica."

"O Homem distingui-se dos homens. Nada se diz de essencial acerca da catedral se apenas falarmos das pedras. Nada se diz de essencial a respeito do Homem se procurarmos defini-lo pelas qualidades humanas"

"Os ritos são no tempo o mesmo que o domicílio é no espaço."

"Os regulamentos assemelham-se aos ritos de uma religião, que parecem absurdos, mas moldam os homens." .

"A terra ensina-nos mais acerca de nós próprios do que todos os livros. Porque ela nos resiste."
"Apenas se vê bem com o coração, pois nas horas graves os olhos ficam cegos."
"O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá, mais se tem. "

"Ter um amigo não é coisa de que todos podem gabar-se."
"Para enxergar com clareza, basta mudar a direção da mira."
"O fracasso fortifica aos fortes."
"A fuga nunca levou ninguém a nenhum lugar."
Se queremos um mundo de paz e de justiça temos que pôr decididamente a inteligência a serviço do amor."

"As crianças têm de ter muita tolerância com os adultos."


"O homem se descobre quando se mede com um obstáculo."

"Se ao escalar uma montanha na direção de uma estrela, o viajante se deixa absorver demasiado pelos problemas da escalada, arrisca-se a esquecer qual é a estrela que o guia "

"O que embeleza o deserto é que em alguma parte dele esconde-se um poço de água."
Todas as grandes personagens começaram por serem crianças, mas poucas se recordam disso."

"Conhecer não é demonstrar nem explicar, é aceder à visão."
As pessoas crescidas têm sempre necessidade de explicações... Nunca compreendem nada sozinhas e é fatigante para as crianças estarem sempre a dar explicações. "

"Os homens compram tudo pronto nas lojas... Mas como não há lojas de amigos, os homens não têm amigos."
(A. Saint -Exupèry)

“O Pequeno Príncipe se tornou figura exemplar, a ser, antes de lida a obra, citada como se suas assertivas fossem verdadeiras lições de comportamento. Não havia, na década de 1940, quando foi escrito o livro, uma quantidade incalculável de livros de auto-ajuda e a religiosidade estava em crise. Lacunas suficientes para apropriações questionáveis. Assim, O Pequeno Príncipe, romance inicialmente concebido como um álbum ilustrado para o público infantil, tornou-se uma referência em todas as faixas etárias e inúmeras sociedades....”

##############################################################
http://br.youtube.com/watch?v=IceISujshAs

"Cada gota de silêncio é a chance para que um fruto venha a amadurecer." -
" Os maus pensamentos vêm do coração."( ( Paul Valèry)

Tuesday, February 05, 2008

piano e pintura


beija mulher


BEIJA-MULHER
Desenho: Andréa Ferraz
Poesia: Michèle Sato

na escuridão da imaginação
a asa voa na música noturna
andante assai
molto vivace

entre o esplendor da beleza
o tremor da delicadeza
voam as notas
rimam linguagens

as folhas dançantes
trazem a mulher da noite
resvalam os sonhos
beijam os pássaros

na viagem ao mundo
o poder da música noturna
opus allegro
finale cantabile http://deaferraz. blogspot. com/2008/ 01/mulher- beija-florgrafit e-e-lpis- preto.html