Sunday, April 19, 2009

19 de bril - aos que resistem ao sol ...

aos que resistem sob o sol





* Virgínia além mar

estou disposta a aprender contigo
humildade,orgulho, sentimentos
de coletividade
minha tribo está dispersa
já não cantamos reunidos
controversa é a modernidade
afasta-se do clã e de seus filhos por vaidades
pois da terra sabedoria esqueceram

há fome e sede de mata
de rios e peixe sadios

no poder do invisível já não cremos
lambendo a terra o vento
desenha nosso rosto e não tiramos
a máscara ao dormir...

não sonhamos mais direito
um futuro a construir...
do rito das iaras

há que com índios reaprender a repartir
quinhão de decência e de alegria

aprender a obediência às leias da natureza
com disciplina e tolerância
aprender a perseverar no que
resiste sob o sol

aos amigos de verdade Xavantes meu muito abrigada,
convosco aprendi a repartir o pouco e a abundância
e que nas distâncias as vozes falam evocando
ao invisível e a ele entregam-se também paixões
desenhando no rosto do tempo um amanhã ...

virgínia além mar
Xavantes - Notas de Viagem Salve 19 de Abril ! http://vicamf.multiply.com/journal/item/34


mais um dia 19 de abril seja lembrado para que
todos os dias venham a ser daqueles que cultivam
a amizade à terra



1 comment:

Efigênia Coutinho said...

Querida Virginia, entrar neste seu recanto, é simplesmente mágico, onde vamos viajando com você "além mar". isso torna-se sublime, e ainda ler este poema tão expressivo de "19 de bril - aos que resistem ao sol ...".
Uma grande realidade, eles resistiram o astro sol, ainda resistem, e com que simplicidade, com eles, você deseja aprender.
ADOREI....Beijos com admiração,
Efigênia