Saturday, March 17, 2012

Chopin'ares... - * virgínia fulber -


Chopin’ares
          * virgínia fulber

Vivi utopias quimeras
Em lares de varandares
Onde sons luares fizeras
Ornando os verde mares...

Solo pianomares compuseras
Vivíamos como araras aos pares
Arejados pelo pueril das eras
Cinema novo, palmeiras, jasmim nos bares...

Houve rios de janeiro, maio, abril... em ruelas
Brisa de campo, cantares
Primazia de primaveras!

Quando o sonho apoderou-se de nós
Vivemos mais que da eternidade se espera
Nem inverno calou do piano a voz!  
 
            * 14 março 012* ( Publicado no Recanto das Letras)

"Eu só poderia acreditar em um deus que soubesse dançar.” F. Nietzsche

Imagem - obra de Rafal Oblinski- nocturne in E flat major

5 comments:

Anonymous said...

A voz do piano em brisas primaveris adentrando todos o ano entre luares e mares... Que coisa mais linda, querida Virgínia F Momberger!!! Beijos Madalena Barranco

virgínia além mar vicamf said...

Madalena Barranco talentosa escritora amiga um privilégio tocar-te através da poética, grata pelo retorno. Teu olhar me recria assim como dá asas à Poesia... bjs de tua fãmiga virgínia fulber vicamf

Anonymous said...

Marciano! È a porta do paraiso. Comprartilho contigo, è muito especial!

Anonymous said...

que lindo Virginia! obrigado pelo carinho! beijão
Renata Lehmann

Anonymous said...

Realmente fascinante.
Amo suas metáforas que se desenvolvem num clima de total poesia.
Uma poesia que adentra o coração, mexe com o sentimento e provoca lágrimas de emoção.
Beijos de sua admiradora que se orgulha de você.
Vânia Moreira Diniz