Wednesday, January 04, 2012

Chamas, Incandescente e outras histórias

(dois poemas antigos)

Chamas - virgínia fulber *além mar -2007-


aromas
sabor de fruta madura

despertando

salivares

nos peitos ardentes

estrondo

cálice ao meio

tardes inteiras



borbulham

sementes

de cantares

o pó vermelho
habitando
entre os cílios


uma raiz
uma esquina
um dedo de prosa
ainda fascina
anima
mais sonhar

alguém em chamas
chama


***************************

Incandescente -


 virgínia fulber *além mar
Grande espiral dourada
magnetiza, hipnotiza
catalisa raiar da consciência
queima em dobras


Violeta se expande
na toada dinâmica


Rubro coração
ressonâncias encontra
no arder penetrante...


Poesia breve
no caldeirão ferve


Por clemência


Há que se mirar nas estrelas
no ventre ; raíz


Ouvir reminiscência dos ventos...


Águas de outrora persistem,
Emerge cristal, preciosa gema
Ruby !


virgínia -vicamf – junho-08
****************************************************************************************************
Poemas Publicados na minha Coluna Considerações
Portal VMD http://www.vaniadiniz.pro.br/virginia_fulber/index.htm
-2007- em POEMAS
Reeditados e publicados no Recanto das Letras jan 2012-  http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3421697
 & no meu Site -  http://vicamf.multiply.com/journal/item/142/142 em 2008
***********************************************************************
Ilustrações -
1- salvador dali ? n. tenho certeza
2- Helen Nelson Reed-The Goddess Light Whithin
**************************************************************************
“Se achamos que o nosso objetivo aqui, na nossa rápida passagem pela terra, é acumular riquezas, então não temos nada a aprender com os índios.  Mas se acreditarmos que o ideal é o equilíbrio do homem dentro da sua própria família, e dentro de sua comunidade, então os índios têm lições extraordinárias para nos dar.” Claúdio Villas-Boas

3 comments:

Anonymous said...

Bom dia Virgínia, que maravilha, como é lindo seu versejar, estou encantado, abraços Marcus Catão
04/01/2012 10:49http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3421697

Anonymous said...

O amor é essa chama incandescente que aquece a alma!! Feliz ano novo, Vica!!
Silvanio Alves
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3421697

Anonymous said...

RE- XAVANTES NOTAS DE VIAGEM - convivência na Aldeia Pimentel Barbosa Serra do Roncador
http://www.recantodasletras.com.br/redacoes/3422206

Bom dia Virgínia, Fiquei impressionado com a riqueza de detalhes, deve ter sido uma experiencia rica e gratificante. Infelizmente o ser humano vive em função do ter e não do ser. Te parabenizo pelo texto e pela aula de cultura que nos foi dada. Agradeço a tua visita e tuas palavas, abraços. Marcus Catão