Sunday, January 15, 2012

Encantos brandos...

Encantos brandos...
                  virgínia fulber * além mar poetinha


Serena, acompanho o vagar
Que encobre o azul royal
Nuvens tornaram-se alvo
d ´olhar


Espreito a ternura implícita
No papel alvejado
Temo macular


Branca é a cor da paz
Também o é a da vela do barco
Inevitável fazer associações


Na ausência de similares
Espumantes, efervescentes ondas
Das nômades nuvens estou refém
Pois oceonam-me o pensamento!
jan-012

Publicado no Recanto das Letras - Código do texto: T3442919 -
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3442919

3 comments:

Anonymous said...

Boa noite Virgínia, mais uma vez nos ofereces maravilhosos versos em que brincas com as palavras formando um belo poema, abraços. - Marcus Catão

Cristina Arraes said...

Virgínia, que lindo! Aliás adoro céu, contemplar o céu desde pequena e suas palavras vieram em despertar para este novo dia que se inicia. Parabéns,poeta amiga, que transforma suas palavras, recados do céu!!! Lindo mesmo! bjs sua amiga e sempre admiradora Cristina Arraes.

PS: Aproveitei para seguir o blog, não o tinha feito ainda! bjs Cris

virgínia além mar vicamf said...

Cristina querida, que bela surpresa me fizeste, esta afinidade compartilhada emociona, nos liga e nossa amizade e reconhecimento se amplia passo a passo, gosto disto. Grata por seguir o Blog, creio que já sigo O Raízes...
afetuoso e grato abraço, tua virgínia