Sunday, July 19, 2009

sobre amizades, destinos e a seiva da vida


- As coisas e os animais são o que são e permanecem o que são. Mas o homem será o que ele decidiu ser. O seu modo de ser, a existência, é um sair para fora em direção à decisão e à automoldagem. Assim, a existência é um poder-ser e, portanto, é incerteza, problematicidade, risco, decisão, impulso adiante. Este impulso pode ser em direção a Deus, ao mundo, ao próprio homem, a liberdade, ao nada..- Jean-Paul Sartre- da Liberdade à Consciência

Um amigo é capaz de nos fazer sentir imensamente maior do que somos. Percebe-nos apesar e além de nós mesmos. Tive um que entre todos foi crucial na construção de alguma consciência sobre mim mesma. Em seu pequeno apartamento havia um jardinzinho de inverno que separava da grande biblioteca. Nesta havia tudo o que se poderia desejar sobre filosofia e ciência. Inclusive manuscritos. Frente a imensidão de seus conhecimentos perguntei-lhe se havia lido todos aqueles livros, pois era jovem, éramos jovens na época, respondeu-me afirmativamente , perguntei-lhe como isto fora possível , ele argumentou que havia permanecido hospitalizado devido a um acidente e teve oportunidade de dedicar-se à leitura...Foi aí que passei a entender que havia passado por grande sofrimento e, que este o havia transformado , passei a compreender seus silêncios e sua calma frente a situações adversas. Estaria livre do medo da morte que torna-nos ansiosos, presunçosos por vezes , seria ele um guerreiro! Entregou-me a chave e com ela abri a caixa de pandora.
Mas o que eu gostaria de relembrar é que Beija Flores possuem um vôo peculiar, suas asas modificadas em mãos, não voam com o antebraço como as demais aves. Jamais caminham no solo, apenas utilizam seus pés para arrastarem-se nos galhos. Com sua impressionantemente agilidade, são as principais aves polinizadoras. Aprendi, lendo o trabalho do biólogo André Russchi ;que de todos os polinizadores são os únicos vetores entre populações vegetais distantes funcionando como um correio genético.
Pessoas Beija Flores são assim , amigos que polinizam o desejo , fecundam nossa mente e coração, agem de forma dêspretensiosa , esquecem o que doam , cumprem um destino que alinha liberdade à consciência , natureza e cultura dando-nos a impressão de que estão, apesar de distantes sempre ao nosso lado, parece que um ninho em nosso cérebro acomodaram e ovos ali foram deixados aos nossos cuidados.

Abraço junto ao peito teu canto / nesta hora em que o sol espia/ Deixo-me estar no veloz movimento/do peito e asas do Beija Flor /a beleza complexa do verde- lilás/reluzente amplia o espaço/ no caos uma ordem cresce em silencio/costurando no invisível o arrebatamento/ Ele , o pássaro e, sempre ele conduz-me ao infinito.../ Sumindo, assim como veio sequioso do mel em teu seio, oh flor.../Em despedidas doamos vida e ganhamos céus...

Para finalizar lembro de um diálogo entre S Guimarães e Paulo Freire sobre aprendizagem -Até entre os peixes a gente encontra os que pulam e saltam cascatas acima. -Exato, aprenderam. E só há um caminho para isso, essa sabedoria é a prática quem dá. –

IMAGEM FONTE INTERNET

3 comments:

Efigênia Coutinho said...

Mas o homem será o que ele decidiu ser.

Querida amiga Virginia, quando você escreve, tudo vozeia a sua volta,dando sentido ao sentido das palavras escritas, como é gratificante poder estar ao seu lado admirando sua obra literária, onde vamos sempre levando alguma coisa edificante,
Efigênia Coutinho

Eliana f.v. - Li Andorinha - said...

Preciosa Amiga Virgínia...tão querida!
Muitas saudades também...que maravilha voltar e encontrar o carinho do teu abraço e esta delícia de poema que me deixou...AMEI VI!!
Parabéns poeta Estrelinha!!
Agradeço pra lá de feliz a tua
companhia nesse meu caminhar
beijinhos de super bem querer
da tua fã e amiga de sempre Eliana

Eliana f.v. - Li Andorinha - said...

MAGNÍFICÁ POSTAGEM VIRGÍNIA ALÉM MAR...POESIA PURA!!!
Que honra poder chama-la de Amiga
Que riqueza para meu espírito te ler
Simplesmente Divino isso!!

"Ele , o pássaro e, sempre ele conduz-me ao infinito.../ Sumindo, assim como veio sequioso do mel em teu seio, oh flor.../Em despedidas doamos vida e ganhamos céus..."
Virgínia além mar

Emocionada deixo meu abraço repleto de ternura e amizade sincera poetamiga
beijos em gorjeios de passarinho
da Li que te quer um tantão de bem