Tuesday, August 25, 2009

Após as frias chuvas


A linda estrela afugentou as nuvens,radiante encontra-se o coração.Pequenas flores já se dão em esplendor. O invisível se fez visível e as cores aí estão. O calor afugentou tristeza dando lugar à esperança;aproxima-se o final de dolorosa estação. De parto difícil, já boas são as novas que me trazem; Jardins interiores refeitos, resplandecem em peitoris.
São de janelas amplamente abertas ora minha feliz visão.
Reencontro varais repletos de espuma e perfumadas hordas, serão os anjos da anunciação em suas cordas ?
Recompensa à espera se fez no abraço e, agradecida pela acolhida de sentimentos,a roda da vida deixa-se brincar no arco de luar e, então.é quando se deixa à vista a existência aredondando-se em louvor e prece bem no centro de cada uma das margaridas...


virgína além mar RS Brasil 25 de agosto 09

3 comments:

Eliana f.v. - Li Andorinha - said...

Minha querida manamiga Virgínia
poeta Jardineira
Que lindo jardim semeou com tuas palavras!
"Após as frias chuvas"
Alegrou meu olhar...fez feliz minha alma...aqueceu meu coração!

Beleza aconchegate tanto o texto como a imagem...
AMEIIIIIIIIIIIIIIII

Até o sol fez a festa aqui...risos
TE ADORO VI...GRATA SEMPRE

beijinhos com carinho e admiração da Li Encantada com teus escritos

virgínia vicamf além mar said...

grata minha querida Andorinha por tua doce vibração , abraços

Prosa & Verso said...

Olá, Virginia!
Adorei o seu Blog. Suave e encantador como seus lindos textos.
Compartilhar espaços literários com você, além de estar sendo uma experiência enriquecedora, é para mim uma grande honra.
Beijos afetuosos de quem muito lhe admira,
Maria Lucia