Friday, August 14, 2009

Tempo II




Tempo II

* virgínia além mar


Tempo é ave ligeira
Leva em suas asas parcas penas

De vertiginosas aflições forra o chão
Segue trançando quimeras sob forma de canção

Tempo ave de rapina devora chagas
e as transforma em rosas...

Tempo ave robusta, ergue colinas e reborda o céu
Carrega destinos semeia voz, pão e mel...

5 comments:

marcia said...

Tempo é senhor da razão que cura tudo até solidão!..rss..sou boba neh..rs
Adoro você viu! beijo,beijo, beijooo!
Marcia

Eliana f.v. - Li Andorinha - said...

Que deliiiiiiiiciaaaaa de poesia Vi querida!
E que Maravilhosa imagem ela tem!
Em teus versos, tempo é a força da natureza Divina...
e acalento para nossa alma!
Agradeço por mais esta emoção colorida

Beijinhos em revoadas de carinho da Li tua fã número um

virgínia vicamf além mar said...

minhas queridas Marcia e Eliana , muito obrigada pelo etímulo
estar em sua companhia é gratificante abraços afetuosos

marcia said...

OLA QUERIDA AMIGA, SAUDADES! NÃO SEI DIZER O PORQUE, MAS DOS SEUS ESPAÇOS, ESSE É O QUE MAIS GOSTO! TEM ALGO DE MÁGICO NELE..rs
BJUS

Michèle Sato said...

queridA VICA
como deixar de comentar uma imagética do meu uerido magritte?

e junto contigo faz uma magia de arrombar...

adorei vcs dois juntos
*